6 jun

Thaila Ayala: “Chamo o Raul Cortez quando entro no palco”

Em cartaz com “A Tempestade de Shakespeare” ao lado de Sérgio Abreu, a atriz faz revelações e mostra os bastidores do espetáculo

Em uma ilha isolada, Miranda, filha de um mágico – ex-duque de Milão que acabou destronado por seu traiçoeiro irmão – se apaixona pelo Príncipe Ferdinand, náufrago que chega à ilha junto com os inimigos do pai da moça. É no enredo escrito por Wiliam Shakespeare que Thaila Ayala e Sérgio Abreu dão vida a esses personagens e contracenam juntos pela primeira vez na ousada montagem de “A Tempestade”, dirigida por Marcelo Lazzaratto, em cartaz no Teatro Raul Cortez, em São Paulo.

Pouco depois das 18h30 – três horas do início da peça – Thaila é a primeira a chegar ao teatro. Antes de entrar em seu camarim, a atriz senta em uma das cadeiras da plateia e conversa com uma colega de espetáculo. Sérgio chega logo depois e para no café do local para dar uma relaxada.

“Eu gosto de chegar com uma certa antecedência, em geral uma hora e meia. A gente precisa sair um pouco do nosso universo real e entrar neste aqui que é totalmente diferente”, diz o ator. “É um universo mágico, ainda mais essa peça que além de tudo tem magia, fala de encantamento. Agora estava tentando fazer a última ligação para desligar mesmo, ficar calmo, começar a concentrar”, continua Sérgio, que contabiliza sete peças de teatro em seu currículo.

Ajuda de Raul Cortez

Thaila, por sua vez, ainda vive a ansiedade pisar pela primeira vez no palco. Em sua estreia, há cerca de um mês, a atriz revela uma passagem curiosa e diz que evocou as energias do ator Raul Cortez, que morreu em 2006, para ajudá-la em cena.

“Na minha estreia eu falava com o Raul Cortez. Chamei o Raul porque ele é meu mestre. Cada vez que eu chego neste teatro, a melhor coisa é ficar olhando as fotinhos dele na entrada. Eu olho e fico imaginando como deve ter sido para ele cada momento daquelas fotos”, conta a atriz. “Com certeza é fundamental tentar pegar um pouco dessa energia dele aqui, na estreia a oração foi para todos os Deuses do palco, mas falei: ‘Raul, tá aí? Vamos lá (risos)”, completa ela, que não teve oportunidade de trabalhar com o veterano ator mas cruzou com ele uma única vez. “Eu estava no Projac, acho que estava fazendo oficina ainda, foi a única pessoa que eu parei 5 minutos e fiquei estática. Não sabia se eu pedia uma foto, um autógrafo, se falava com ele e eu não fiz nada. Muito pouco tempo depois ele faleceu, fiquei com um ódio de mim mesma por não ter tirado uma foto ou ter feito alguma coisa.”

Mas se engana quem pensa que Thaila só teve a ajudinha divina de Raul Cortez para estrear no teatro. O namorado, o ator  Paulo Vilhena, também deu dicas fundamentais. “O Paulo ajudou, tecnicamente falando, na voz, na dicção, projeção da voz. Desde ‘Malhação’ eu já fazia fonoaudióloga, porque falo muito rápido e embolo tudo, então fazia fono para falar mais calmo. Aqui para a peça foi um trabalho, que ainda está acontecendo.”

Apesar de todo o apoio, o namorado só pode conferir o resultado de suas dicas junto com todos os espectadores na estreia da peça. “Eu proibi ele de vir aqui. Em ‘Haddaway’ (peça em que Paulo Vilhena interpretava um travesti) eu só vi na estreia, porque ele não deixou ver nada… Era surpresa e aqui comigo foi igual. Ele ajudou com o texto, com os exercícios, mas não viu nada, só na estreia mesmo.”

Corujinha dada por Paulo Vilhena

Faltando cerca de uma hora para o início da peça, Thaila, já vestida e maquiada com o figurino de Miranda, começa os preparativos para entrar em cena. Além de aquecer a voz, alongar, fazer abdominal e dar uma corridinha no palco para aquecer o corpo, a atriz conta um de seus segredinhos. Ela não entra no palco sem passar a mão em seu talismã, uma corujinha dada pelo namorado: “Pego a energia dela”.

Thaila se empolgou nas primeiras apresentações, o que chegou a levar a atriz para o hospital no último sábado (28). Em uma das sequências em que ela pula, gira, sobe e desce as escadas, acabou machucando o joelho. Mesmo com limitações em algumas marcações no palco, ela continua firme como Miranda.“Eu tenho Condromalacia, que é um probleminha no joelho, desde os 12 anos  porque eu jogava futebol. Mas em algum momento machuquei o joelho. Na hora o corpo está quente e eu não senti, mas saí da peça direto para o hospital”, lembra ela. “Na apresentação seguinte tivemos que mudar as marcações, porque muitas cenas eram na parte de cima do cenário, nas quais eu descia no meio, aí eu tive que fazer tudo embaixo.”

Tatuagens à mostra e paixão por Shakespeare

Um das curiosidades que também chamam a atenção é que, apesar de ser um texto de Shakespeare escrito em 1623, Thaila não precisou camuflar as diversas tatuagens que tem nos braços. “A gente até iria esconder um pouco no começo, mas o diretor falou que não se importava porque como a maioria dos meus desenhos são abstratos, poderiam ser elementos da ilha, que ela mesma fez. Brinquei que era uma Miranda Hardcore.”

Apesar de ser sua primeira experiência nos palcos, parece que o bichinho do teatro picou mesmo a atriz. Animada, ela avalia o trabalho e diz estar apaixonada por Shakespeare. “Está valendo à pena infinitamente fazer esse espetáculo. É tudo tão incrível, tão intenso, tão visceral, tão profundo, de verdade… Se você não está 100% de verdade, você mesmo não acredita. Peguei outro texto de Shakespeare para ler nesta semana e percebi como flui mais fácil agora, você tem uma visão diferente da vida, tudo muda. Estou apaixonada por Shakespeare.”

Sérgio Abreu também compartilha da mesma opinião da colega de palco. “Eu queria fazer Shakespeare, chega uma hora que todo mundo quer ter a experiência. O clima está muito bom, o texto é muito gostoso de ouvir, tem algo muito positivo em tudo,” resumiu ele antes das cortinas se abrirem.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: